quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Anjo perdido

Um anjo que corta suas asas e se tranca nas suas casas,
portas fechadas, prisão
Mesmo que nao queira eu gosto e aceito
esse jeito de ser
Cruel consigo mesmo
Se prende e diz que
nao gosta de gostar
de ser o que é
de estar onde está
Eu gosto e não escondo
Eu colo tuas asas e abro as portas das casas
pra você levantar vôo
E sei que por mais distante que consiga chegar
vai lembrar que eu sou liberdade
e quem sabe até uma saudade
do que poderia rolar...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

"meu querido celular"


ai ai , o celular
aparelho criado para comunicação entre pessoas que não estão no mesmo espaço fisico, correto?
Simmmmmmmmmmmmmmm
Então, ando reparando demais nele, quer dizer nos usuários que parecem ter cabeça tronco membros e........................... celular
Enquanto falam com alguém que está distante, esquecem que atrás, bem perto, tem alguém querendo passar, entrar ou sair do restaurante.
Na fila do caixa eletrônico quase tive meus tímpanos estourados pelo toque (música eletrônica altíssima) e em seguida a voz aguda e gritada da Miss Celular
No trânsito outro dia contei; de 10 carros pelos quais passei , 6 falavam ao celular. Sim o carro é que fala. Anda mais devagar, saindo da faixa.
Até numa consulta médica o médico que me atendia(achava que era a mim que ele atendia), atendia o celular. " Filho, papai já vai. Não, hoje não... Pode sim, fala com...". Sorri, mesmo com joelho doente e o xinguei mentalmente, a ele, filho e celular.
E na sala de aula, no ensaio,em shows ou peças de teatro, na p... desculpe, vou ter que atender uma ligação!!!
mas pra despedir, será que o inventor, Martin Cooper, imaginou que o caminho seria esse? Duvido.

domingo, 25 de outubro de 2009


As coisas são assim...
Parece vago comentário
Mas é um bom lembrete para tantas vezes otário
Que cai de joelhos em mim, na mais completa tradução da ilusão
Quem manda ser assim, ser todo coração?
Por que tudo que me abate , bate no lugar que mais bate, o coração?
Por que tenho o peito como o alvo mais perfeito e parece único, fácil, atingivel?

Silêncio........ mas escuto a voz dele, está rouco, fraco.

Eu tenho costas, estômago, pernas, cara , cacêta e outras partes...
Mas não. O alvo é o coração
É irrigado, é prato feito, é á molho pardo, gostoso!!!!
Bom de ser comido.
Comigo vai tudo bem, estou até mais fortinho
Mas eu sou um coração. Canto, ouço, danço, vejo, elogio, odeio, me irrito
Tudo com ele.
Consôlo único; sou, portanto, amor demais e isso talvez me cure um dia.
Sou sim um coração imenso, então me entendam e peguem leve
Enquanto isso vou me entendendo
A cada batida de mim, a cada pulsar dolorido ou não.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Vou dormir com essa;
um dia pode ser parecido com um jogo de futebol
num tempo, cê faz um gol e pula
num outro, toma uma bolada nos ovos e cai

á respeito da postagem anteror...

Esperando por você? Não mais
"você" é alguém que nunca vai voltar, que nunca foi
Hoje descobri que o meu caminho não se interessa por sua volta
Essa criação não foi só minha culpa
E se isso soa como revolta, posso negar ou deixar "você" no mesmo lugar de onde nunca saiu
E só eu enxergava diferente
Eu sim, vou seguir em frente
Crente mais em mim, intuitivo e acertivo
Mas no meu alvo "você" não acerta mais.
Deixo "você" sem minha voz
Essa sim eu preciso
Essa sim é preciosa
Hoje, senhores, "você" foi descriado, desabado e esclarecido da sua sombra
Isso me assombra, mas me faz mais Eu

domingo, 4 de outubro de 2009

Esperando por você...


sinto falta de sua presença teu silêncio me ensurdece
tua distância me entristece parece e falta um pedaço
escura ficou nossa festa
sem você o tempo disfarça corre mais lento e me passa
tem horas que me pergunto o quanto de outro assunto
fez nublar a sua voz?
da sua voz eu preciso sem tua voz perco o riso
se a tua voz não escuto meu desejo de ser mudo
se atrapalha e não sei mais
se é certo lhe cobrar palavras, se já tenho as cantadas?
desculpe , preciso de mais
aqui não vai nem um pedido
aqui não vai nem cobrança
mais não me foge a lembrança
de outros momentos geniais
e isso talvez me acalme e disso talvez não duvíde
que a volta seja intensa, pois tua ausência é sempre imensa
maior do que você pensa
maior do que tudo que agora faz mal
as vezes até tenho culpa mesmo sem certeza de quê ...
espero aquele carnaval
que sempre acorda ao te ver
espero em meu tempo, seu tempo
espero de braços abertos por caminhos tortos ou certos
não importa, estou aqui esperando por você

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

No meu canto

Durmo em Salvador, acordo no aeroporto
Desperto em São Paulo , todo lugar é Porto,
Canto em Barcelona retorno á Conquista
Vôo pra Manaus e ao caos lá da Paulista

Peço ao Arraial d´ajuda chegar em Porto seguro
Av. Sete tem algo de Belô, Belém inda me aguarda
Sei que um dia eu vou,
Cochilo na estrada preencho meu vazio, Lembro do Amapá
Me alegro em ir pro Rio
Fevereiro é tudo quente como Porto velho
Componho em Recife e acordo com o cantar

Praias de Natal, Janeiro Eva convida
Haja Forteleza pra tanta despedida

Conhecer Paris cantando a alegria
Com os meus amigos, música do dia

Peço a São Luis , e ao Espirito Santo
Pra acordar em paz, em casa no meu canto

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Água

Ser água e deixar de ser pedra
Molhar , lavar a pedra, esquecer de ser somente duro
Envolver, tocar
Ser água e levar o que se quer aonde se quer levar
Deixar ser levado mas não perder o curso
Escutar e coar
Ser água e sentir no outro o sim
Maleável, firme, vigoroso
Incansável mesmo quando cheio de tudo
Sólido e puro liquido cheio de notas e livre de mágoas
Ser água é ser a intuição mais calma da alma!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Para Ivana




as árvores de outono, em pleno inverno
deixaram cair uma folha na minha mão
entreguei a folha a quem me falou dessas pessoas, que como árvores de outono
vão embora com o vento que chega pra mudar tudo;
Tirar o chão, trazer as lágrimas e muitas vezes acabar com o sofrimento
uma simples folha na mão, trouxe uma resposta pra muita coisa, no caminho do jardim, da saudade, da amizade entristecida
os sinais estão ai, entenda-os e aproveite tudo enquanto é tempo
é ele quem os manda
é ele, o tempo, quem escreve
é ele quem apaga
E á nós cabe entender ou deixar passar...
A folha na minha mão eu entreguei a quem devia mais que um abraço
Ela a pegou e guardou perto do coração
E assim não foi necessário dizer mais nada.

Para os que choram por Fafá, Augusto César, Yan e Felipe, Arlene,Coêlho, Elcy, Lauro, Ribeiro,Rose e muitos outros. Essa é minha forma de consolar!

Tenho pena imensa, choro um choro contido e educado! Tenho compaixão daqueles que choram a insuportável perda e falta de alguém amado. Quando choram a dor da morte nada posso fazer, pouco posso dizer, e os meus olhos molhados e tristes e também cheios de dor miram de longe, porém perto do coração de quem ficou.
Apenas abraço e rego com um olhar seguro aquele outro olhar perdido de dor e pouca explicação. E a isso, se puder valer algo deixo claro mais uma coisa enfim; estou e estarei contigo aqui do seu lado ou longe sem pensar no fim

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Alegria e preguiça.....
Boa a vida sem pressa!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

...

NUNCA MAIS ESCREVI NADA POR AQUI.
TANTA COISA ACONTECENDO, PASSANDO...
O TEMPO INDO SEMPRE EM FRENTE, E SÓ RETORNA QUANDO RECORDO COISAS
MAS ELE VEM EM PEDAÇOS E ESPAÇOS
E ENTÃO ME FALTA, ME FALTA O TEMPO E FICO EM FALTA COM MEU PENSAMENTO ESCRITO.
NÃO SINTO DOR, NÃO SINTO MEDO, NEM SAUDADE
SINTO O TEMPO ME PEDINDO PRA VOLTAR AO MESMO LUGAR ÁS VEZES.
AQUI ESTOU EU AGORA
DEPOIS , EM OUTRO LUGAR ESTAREI
DEPOIS, ESTIVE EM MAIS ALGUNS... PENSANDO. MAS SEM DÚVIDA
SINTO-ME MAIS PERTO DE MIM
video

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Divulgando!

dia 14 ás 12 h. na rádio Bahia fm, estarei divulgando o meu curso de canto. E logo em seguida na Band TV. á 13 hs.
Vou falar e cantar um pouco. Assistam.
Até lá.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

A vida inteira!


Vejo o tempo passar, sinto na pele, nos ossos e nas lágrimas
Sinto o mudar de lugar, vejo nas fotos, nas caras, em quem não reconheço
O tempo mudando pra quem bem conheço e em mim
E quem eu não via há de 15 anos? Tá na fotografia, sorrindo, chorando

E eu começo a nublar. Algo em mim entristesse e se alegra, desperta que a hora é já
A hora é ontem , há 101 anos, num sorriso da avó
Talvez eu não enxergue por que estou chorando e pelas minhas rugas, pequenas e poucas
Escorre a mais nobre emoção de sentir
Vejo o olhar dela, querida, sorrindo de um jeito inexplicável
Talvez dizendo, a vida é uma festa invocada e engraçada, feita por Graça e graças de todos presentes .

E com certeza na sua memória cansada, devo estar num cantinho lembrado e esquecido
Num coração aquecido, se nota no olhar.
Pensamento longe e perto, ela vive em cada um. Em cada samba que a foto me mostra

E eu nem sei o que dizer, por que palavras são poucas, pequenas diante da cena
Vovó se benzando diante de um bolo, na vela 101 anos destaca
a velha e boa criadora de apelidos, com seus palavrões que me soam sagrados e muito engraçados; filho da popota, xibiu, zé pretinho(bolo queimado), sobe e desce(comida), e outros que não lembro. nunca ouvi dar uma porra, mas soube que antes de eu nascer numa festa de são joão, procurando uma rima para pamonha, de supetão encontrou maconha, acredito que sem saber o que significava. O jogo era rimar.

E vejo tantas rimas... Minha mãe , minha irmã, minhas tias, tios e primos. Meu sobrinhos, meu padrinho, minha cunhada, primas e amigos. Quanta gente assim feliz, feliz por estarmos vivos, feliz por estar viva a rima mais rica em nós. O jogo é rimar eternamente em nós, Ela , mais uma vez a rainha na foto, eterna em nosso coração.

Viva a alegria desse momento que acredito ter mudado tudo de lugar. Aproximado, repensado, firmado, rimado ao som do coração forte de Nicéia.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Especialmente composta para os alunos do curso Avançado- TMFT. "Sangue de mentiras"


Na verdade criei para nós
Para todos que assistem em nós
Essa história de mil vidas em vidas tão variáveis
A verdade é que eu sinto veloz
Esse tempo que faz nossa voz
Porta voz dessas outras histórias reais inventadas
Páginas passadas e revisitadas sempre que o nunca for chegar
Terra de aventuras feita de loucuras e de sangue falso pra impressionar
Chego a perder a noção do que é fantasia e o que é razoável
Por que reguei de mentiras as flores da canção e isto é perdoável
Quando o amor for amor pra valer
Não deixará essa farsa real
Desencantar e deixar de cantar no final
Sonhos passado presente e o escuro
Amadurecem em nós o futuro
E sempre eterna a certeza da luz acender ao terceiro sinal.


Todo meu amor e dedicação á todos que viveram esses meses juntos, da sala de aula ao palco, como se cada noite fosse uma estréia.

Sangue de mentiras. avançado semestre 01.
Salve Nelson Rodrigues, salve Filinto Coelho, amado!

domingo, 28 de junho de 2009

EVA - Dias intensos de som e imagens


O lugar da alegria sempre foi o nosso, especialmente nesses dias chuvosos de maio e junho, onde tudo parecia que ia terminar debaixo de agua!
Gravar um dvd não é uma idéia-tarefa simples. Tudo começou no "como vai ser"...e as canções nascendo de nós. Na estrada e no violão de mão em mão, nas cabeças, no sim e no não e no que não conseguimos ou não nos interessava terminar.
Ensaios, queixas, distância da minha casa para a casa da música. E a cabeça sempre lá. O confeito das músicas pintando sem muitos dramas e com muita vibração. Músicas nascendo nos ensaios; deixei "displicentemente" um pedaço da letra de Primeiro assunto num dia e no outro encontrei a letra com melodia. Coisas mágicas, coisas boas, como requer a nossa profimissão, encantamento.
O coletivo era o maior presente. Um ônibus de entrega e prazer, onde nós passageiros éramos guiados por alguém bacana lá de cima. E a chuva alagava tudo, lavava mas não apagava, ela vinha lá de cima.
As gravações começam com a ajuda de São Pedro, num sitio lindo e todo cenografado para a nossa música. Começamos pela cozinha com um samba; Feliz de feliz te ver. Rolou caldo de feijão, cerveja, apareço com um copo de cerveja na mão, mas os goles que começaram técnicos no meio me deixaram quase beubado por tanta repetição. Ai sim descobrimos........estamos fazendo um filme. Repetiamos a música mais de 8 vezes. Novos takes, inserts, claquete bate , sai claquete, palavras que aprendemos fazendo.
Não vou detalhar tudo, nem sei se seria capaz. Muita coisa, muita espera, muito tudo. Dia lindo, mas era o começo dessa experiência fantástica de sol e chuva.
No dia seguinte não conseguimos gravar as externas. A chuva pirraçava, indo e vindo com força.
Força também de mudar planos, ir pra varanda no outro dia e confiar na intuição e escolhas tomadas. Tudo certo na Bahia, no sitio e no Castelo Garcia Dávila, onde raiamos o dia com a sensação da experiência tão nova, comprida e cumprida.Delicia!!!!!
Muitos dias com uma equipe enorme, comendo juntos, rindo, cochilando, criando, vivendo, enquanto o mundo lá fora seguia normal, estávamos nós nesse mundo de fazer algo novo pra simplesmente oferecer ás pessoas e quem saber mudar um pouquinho suas vidas. Porque as nossas seguem de uma outra forma, com certeza estamos diferentes, mais felizes.
Agora vamos esperar o que vem de novo e agradecer a cada um que vibrou positivo para que este longa metragem entre para a história de muitos!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Ryukky


ryukky é bom. ryukky é rir.
Pra parar de reclamar, pra deixar de perder tempo, ou até ryu de nada.
Somos fruto, e pra ser saboroso só com alegria.


Peu ressignificou o riso, o rio e o RYUKKY

Outro Rei!!!!


Todo mundo viu, todo mundo soube; Caetano caiu, caiu do palco.
De primeira , não quis ver no youtube ou coisa parecida, pois achei que a cena iria me aterrorizar. Superei e me convenci mais uma vez, de algo que falo desde a adolesciência;
"Os veloso são de uma elegância absurda"
Vendo o video, vejo uma queda sem ensaio, porém de uma elegância que poucos sustentam, inda mais caindooooooooo.
Caetano é genial, é contundente, é simples e incompreenssível ás vezes, imcompreendido muitas vezes, é meu idolo, meu amigo(ele não sabe ,mas eu sou amigo dele), adorável, inspirado, homem, mulher e muito mais. Músical poeta de um coração de leão. Uma majestade, outro rei.
E dono de uma elegância linda, até caindo de um palco.
"porisso uma força me leva a cantar..." levantou cantando e levantou em mim a certeza de que a queda importa sim, assim como importa o que você sustenta para conseguir se levantar.
A queda foi elegante, a levantada foi inspirada, ambas cheias de poesia e susto. Depois do susto, sorrio e aplaudo com carinho o meu gênio.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Incansável

Não quero mais filme de terror.
Acordar assuntado com um sonho errado, quero não
Pode dizer que sou besta, mas eu quero amor, insisto nisso
Amor renovado, amor discarado
Pronto pra ser servido quente
devorado, escancarado, discreto....pronto pra ser redescoberto
Tipo um dia ensolarado, amor de pau duro
Amor de mãe , amigo, pai , filho e tudo mais que chamar familia
Quero um banquete, embriagado pela onda de amor
Que derrube tudo e a gente possa reconstruir se acabando de rir
E depois de sóbrios ter certeza que tá valendo tudo que foi dito silenciado, derramado e acordado!
Quero esse nosso amor , velhinho, criança
Quero á partir de nós , esperar que outros venham brincar
Uma noite de sono limpa, longe ou perto da sua costela
Mas sentindo onde for, esse calor que nos aquece sempre, há muitos anos
Parecendo um seriado eternamente no ar e na terra
Incansável

Primeiro assunto....virou música e sai em breve.

Eu sempre te olhei não só pra te ver passar
Eu sempre te olhei pra não perder a hora de você chegar
Passou tanto tempo, não
Passou tempo nenhum
Passo certo aqui e além
Pra sempre e pela primeira vez
Eu caminhava na rua deserta
Sabendo que o tempo tecia o momento de te encontrar
Um sorriso distante de quem sabe do momento que está pra chegar

desde o começo já era sempre
o tempo nos abraçava além de um só momento
desde o primeiro beijo ou do primeiro assunto
a vida conspirava pra a gente ficar junto


renan ribeiro, filinto coelho, saulo fernandes, adriano gaiarsa

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Bem

que dor é essa? existe dor?
se o sentimento, a vontade é vingança
qual direito tenho sobre isso?
Resiste á dor? Então vou continuar.....
continuar brincando com coisa séria
me fingindo de criança
com certeza tem mais mistério que todas a s minhas dúvidas
respire fundo, rapaz!
é a passagem para um mundo mais intenso mais profundo
com algo de dor e paz
capaz de tratar melhor esse sentimento vagabundo que lhe tira o sono
e lhe entrega ao abandono de não poder mais ter afeto
de não poder amar
de só querer destruir aquilo que nem em você pensa
Vale a pena? Não.
então vá dormir e deixe o seu anjo vir e velar suas dores,
pequenas em relação aos que tem fome, aos que desistem aos que suportam
Porém mais dignas do que aqueles que ignoram a alma tua cheia de saudade e raiva
Não vale a pena nem chorar
Entregue o coração ao anjo, esse sim pensa em você
Esse sim merece música.
E agora , rapaz que é eu, dedico-lhe-me uma dose de calma
O tempo vai fazer tudo ficar bem.
Estranha descoberta
mas o tempo vai fazer por mim, por BEM

segunda-feira, 4 de maio de 2009

AI, QUE ESTRANHOOOOO!

E se eu apagasse minhas tatoos, raspasse a cabeça e perdesse 15 quilos de vez
Jogasse fora os sapatos, andasse só de ônibus e pregasse o desapego material
E se eu odiasse poesia, caetano, chico e brown
Amaldiçoasse a Disney e não acreditasse na fantasia
nem ai para as crianças, não tivesse afilhados e gostasse de ver só filmes de fatos reais
Não ligasse pra beleza, desprezasse os idosos
gays, negros , padres , freiras e nordestinos
quisesse virar celebridade, usasse drogas pesadas, não trabalhasse bastante
e fosse o rei da falsa moral
Gostasse de ovo cozido, nervo e comida fria, inveja como qualidade
maldade como verdade e mentira como costume diário
Não fizesse sexo nunca, negasse todos os desejos
O que achariam de mim, desse eu , outro, admirável modelo de perfeita imperfeição ou sei lá o que?
Achariam algo de errado e por que?
Eu só tenho a dizer, Ai que estranho!!!!!

quinta-feira, 16 de abril de 2009

VÁ PROCURAR UM AMOR, URGENTE
PODE SER A CURA PRA ESSAS COISAS SUAS
VÁ PROCURAR E DEPRESSA.
TOME EMPRÉSTIMO, DOE SEU DÉCIMO
AJOELHE, CRESÇA
MAS SE MANDE E ACHE
SE VIRE E GOSTE.
PELO AMOR DE DEUS, SAIBA O QUE É TER UM
NEM QUE CÊ TENHA QUE PAGAR
QUE ARRASTAR PELO BRAÇO
QUE SE ARRASTAR PELO CHÃO
SAIBA UMA VEZ O QUE É TER UM AMOR DE VERDADE E DE MENTIRA
PORÉM, SEMPRE UM AMOR

terça-feira, 7 de abril de 2009

3 paranóias em relação á terapia e terapeutas

Se chego cedo demais, tenho síndrome de ansiedade.
Se chego atrasado para a sessão, posso estar com depressão
E se chego na hora exata, tenho TOC!

Antes dos portuguêses descobrirem o Brasil, o Brasil tinha descoberto a felicidade.

Oswald de Andrade

Cadê?

Cadê você que não me manda um comentário?
Uma palavras para as minhas, um silêncio interrompido
Pouco basta pra que me sinta vivo
Sem um sinal teu, sem resposta ou contradição
É como morrer em pequenas pausas de tudo em que vejo vida

quinta-feira, 19 de março de 2009

Cantinho!

Um cantinho pra saudade
Repousar a voz na dor
No caminho que a vontade for
Luz pouca do fim de tarde
Abro os olhos, cego amor
Do que prendo sou libertador
Quanto mais há canto mais vem pranto e mais
Gostaria muito que o que conduz
Esse lado de sofrer fosse passagem e sei que é
Uma ponte longa, um caminho atroz
Capaz de ferir e arrancar de nós
Coisas fortes que não costumamos ver assim, tão bem
Mas que faz bem ir dentro
No escuro bem faz medo
Raspar a dor e os seus segredos, nem todos resolver
Faz bem

quarta-feira, 18 de março de 2009

A voz da igualdade


Há tempos que eu não saia do cinema com vontade de fazer algo pelo mundo, por uma causa, pelas pessoas.
Esse filme me deu essa vontade além de muitas outras. De me colocar, de questionar e de ter paciência, pois o mundo anda a passos confusos na questão da sexualidade, da homossexualidade exatamente.
Assistam essse filme!!! Quero convocar á todos. Sean Penn está incrível, maravilhoso.
Vejam o filme e pensem,no mínimo pensem, sendo você gay ou não gay, bi, tri ou o nome que quiser, em nome da dignidade, respeito e o amor. Ah!!!! ia esquecendo, da CORAGEM.
beijos, amigos!

domingo, 1 de março de 2009

Mesmo assim!!!

Com você não dá pra fazer plano
Marcar depois de agora, só pode dar engano
Sem você eu sinto sua presença
a sua falta nutri apenas a lembrança
E eu preciso de um calor que deixe o quarto divertido
Suar no ar condicionado com a permissão de seu sorriso

Seus olhos procuram a porta pra garantir liberdade
e os meus fitam o tempo e a tranca
Pra rolar até mais tarde
Um pouquinho mais já me acende
Atende ao chamado do meu corpo
Que entende o seu, fácil, fácil
O dificil é perder a vontade

Desde o começo

Desde o começo já era pra sempre
O tempo nos abraçava além de um só momento, pra mais de mil instantes,
Desde o primeiro beijo, ou do primeiro assunto
A vida conspirava pra a gente ficar junto

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Ao cantor mais adimirável que conheço..... e adimirador

é lindo saber que a minha emoção te emociona
pois tua emoção me emociona também
é lindo ouvir além da tua voz , tuas letras
formando palavras sonoras que adotam o bem

foi lindo me emocionar e num flash ser pego
pelo teu olhar tão discreto atento e veloz
enquanto milhares de outras vozes também velozes
gritavam teu nome e queria só tua atenção
e eu tive essa forma de amar prova definitiva
num simples relance, numa curta oração

é a mostra que o mestre aprende com o seu discípulo
e a gente nem sabe mais quem é que ensina a quem
e vamos sentindo que o que vale mais
que subir ao palco para ser amado
é estar nesse palco pra amar, não importando a quem

amar a todos com o coração da música
amar a todos que nos olham e cantam também
aos que gritam aos que choram e até os que não querem a música
a nossa missão é o olhar da emoção amar querer bem

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009


Um violão vestido de capa preta me olha silencioso....
Espera o meu toque?
O seu silêncio fala, me chama
E eu não entendo por que fico olhando e desviando em todas as horas do encontro
Vou tirar a minha roupa, a capa dele e tocar uma canção simples
Não sei se hoje ou amanhã, mas esse tormento não pode durar
Encherei meu quarto com música e assim esvaziar todo o resto
nem que seja por uns segundos
É como um ou como todos nós, precisamos apenas ser tocados e o que era mudo, muda!

Na cara, o cara.

o rapaz passou e deixou um rastro
seu sapato era igualzinho ao meu
o perfume mal senti, porém imaginei
assim como suas roupas que adorei
ele nem olhou...mas sei que me viu
Que cara bonito que passou de novo... com um sapato novo pisando em mim
Reparei no olho que era outo mesmo cara, com uma roupa cara que eu poderia ter
da cabeça aos pés era o meu objeto de desejo, mas sei ser eu mesmo e então desisto de querer o mesmo cara visto em tantos outros, vestido com uma farda, mesma embalagem
Preferi voltar pra outra leitura, talvez menos burra que querer despir algo que eu sei
que faz mais sentido quando está vestido
indo e vindo ali
aqui, longe
até sumir.

Dentro!




Sempre te quis no limite de te perder
como se a possibilidade da perda estivesse atrás da porta do quarto
tentei muito e ainda tento te ganhar em pequenos grandes momentos de nós doidos
Teus sorrisos são como um parto.
Não pelo esforço e sim pelo ato de nascer algo lindo, você no meu colo gozando ou sumindo aos poucos ou por segundos, me deixa sábio que você vai crescer mais ainda e escancarar a porta e me empurrar pra dentro
Tudo isso, por que lá fora não cabe um mundo nosso,e sei também que vai querer voltar
E eu espero........................espero mais um pouco..........................espero que ainda haja um lugar aqui dentro.
Mas não se assuste se ao invés de eu abrir novamente a porta, encontre você algo diferente
Eu , me mudado pra o outro lado da rua e nem ai pra aquela antiga quase nossa casa

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Santa tristeza

Me deixe ficar triste sem perguntar; "o que você tem?"
A resposta pode ser; "tenho coisas demais e um vazio enorme", ou "tenho nada não"
Ou , estou de dieta...
Ou muito provavelmente, me levantaria em silêncio, sem responder

A tristeza é uma coisa boa, é um mergulho, é um estado
E negar isso é simplesmente pequeno demais
Para o sorriso a beleza, para a gargalhada, alívio
E para a tristeza, só essas perguntas?
Deixa a tristeza passar, passear, invadir e sair
Principalmente sair
Mas antes disso desfrute, use-a e jamais lamente
Com ou sem lágrimas sairemos feridos dessa, mas com certeza mais fortes
Pensas que acabou aquela história ou outra?
Pensas que separação é ruim?
Decepção, a morte?
As histórias só acabam em ficção. Na real elas continuam em nós
Boa noite, tristeza. Amanhã espero que você esteja longe quando eu acordar.
Mas se quiser ficar, quero avisar que minha casa é pequena pra você se hospedar por muito tempo.

sábado, 31 de janeiro de 2009

"momento sensualidade..." para quem se amarra!!!

Santa chuva, nos abençôa!!!!!


A chuva já me deu medo
Já corri da chuva
Também já tomei banho dela!
Já tremi com medo que estragasse festas, passeios e shows.
Show... é disso que quero falar.
Festival de verão,quinta feira, um minuto para banda EVA entar no palco depois de terem buscado Dalila e levado de volta, a chuva cai sem dó, aliás, sem ré nem mi, por enquanto. Pensei que tinham jogado agua no nosso brinquedo favorito.Mas sob uma chuva gostosa o público delirou nos primeiros acordes eletronicos e pulou aos tambores que saudavam as aguas vindas do céu e gritou mais ainda quando reconheceu que estávamos na Rua 15.
A chuva e a banda fizeram um mar de gente ficar diferente, agitado e cúmplice. Até onde se podia enxergar, havia mãos pra cima e ouvia-se colorido côro afinado na coletividade. Juntos.
Logo a chuva dá uma trégua (nem precisava), e o show segue quente. Exatamente no meio do show ela volta molhando o palco, os instrumentos e a todos nós. Ai sim foi forte. Forte a chuva e forte a frase de Saulo " Vem chuva, cai e me abençoa, e abençoa todos nós". A multidão que já era toda agua delirou e estávamos todos batizados por uma força que vem de cima e vem pra quem faz do seu trabalho um instrumento de amor e verdade.
Nova pausa e no final saimos do palco numa cumplicidade única entre as pessoas e o universo.
Santa chuva, santa madrugada, santa felicidade.
Abençoados pra sempre.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Enchente

Que vontade de encher uma piscina de suor

que vontade de transbordar, jorrar, gozar, doar, entregar

O calor me chama e eu ligo o ar condicionado

Estou condiconado a economizar suores ....rsrsrsrsrs

A economizar palavras e agora chega


Suar até não poder mais

Transpirar, expressão

Botar pra fora, mexer o corpo

Nadar no raso, no fundo

Onde der e onde não der pé.

Um instante maestro, não quero pôr mais nada pra dentro

Estou lotado de coisas

Agora não adianta fechar as represas,

Já foi, vai começar a inundação de mim!

domingo, 18 de janeiro de 2009

Sol!


o sol se põe e diz adeus
que vai ali pra o outro lado
e volta depois de pedir a Deus mais calor
mais amor pra iluminar nossa voz que brilhou
e cantou no último sol a se por
e cantará contente a cada dia incandescente que se for

domingo, 11 de janeiro de 2009

Tempo !


O ano virou
todo mundo, ou quase, gritou pedidos, juras, desejos, promessas, rituias
E o que mais?
Não se sabe...
Porisso entrego ao tempo
E deixo que a virada seja apenas o momento onde vejo a festa de longe, sorrio, retribuo
Mas é ao tempo que estou entregando os presentes, e dispensando juras de começar de novo
O ano não é novo;
Ele tem 2009 para alguns calendários e pra outros (o meu caso), muito mais e muito menos, muito e pouco tudo e nada.
Tudo bem, Viva 2009, comemoro também.
E comemoro a cada minuto, ás vezes sem sentir, as vezes sentindo demais
Desejo cada hora e algumas não quero nada
No último dia do ano vi Porto seguro de cima e Salvador chegando. Estava voltando pra casa......delicia.
Pensei que realmente vale a pena voar e ver as coisas de um outro angulo
O mar lindo, a baia, o céu fantástico e a sensação de estar feliz com o que tenho e pouco vejo. Olhei da janela do avião e enxerguei mais dentro de mim. Sorri calmamente
No último dia do ano, agradeci ao invés de pedir.
Obrigado, tempo....
és a mais linda de todas as festas!!!!!